Skip to content

Como comprar um negócio


Como comprar um negócio

"Eu quero ter um negócio!", "Quero ser meu próprio patrão!", "Quero deixar de trabalhar para os outros!".

Quem nunca proferiu algumas destas frases durante sua vida profissional, ou por alguma vez já não tenha cogitado ter um negócio próprio?

Se você acha que tem o necessário para empreender, mas não sabe por onde começar, como uma ideia para iniciar um novo negócio, então você é um grande candidato para comprar um negócio já existente. Na verdade, a compra e venda de empresas têm se tornado cada vez mais comum.

Comprar um negócio pode envolver um investimento maior, mas também menos risco do que começar do zero, sem uma base de clientes, funcionários, plano de marketing e um fluxo de caixa estabilizado. Imagine esperar meses até alcançar o ponto de equilíbrio e começar a ter lucros? Isto pode ser extremamente desgastante psicologicamente e até mesmo acabar com o seu sonho. Pode ser mais confortável lidar com um histórico de receitas e lucros/prejuízos do que apenas lidar com estimativas prévias. Em alguns casos, comprar um negócio também pode envolver patentes ou direitos autorais, que podem se mostrar bem lucrativos.

Mas por que empresários vendem suas empresas?

É um equívoco muito comum pensar que se um negócio está à venda, é porque há algo de errado com ele. Que os negócios estão indo mal, que suas finanças estão em declínio ou que os donos saibam de algo que você não saiba.

Há diversas razões pelas quais alguém vende o próprio negócio. O empresário pode simplesmente estar para se aposentar ou talvez em um estágio diferente da vida, no qual o nível de dedicação ao negócio não mais condiz com seu estilo de vida. Talvez ele tenha simplesmente se cansado do negócio, ou esteja empolgado com uma nova ideia. De repente a paixão por aquele tipo de negócio tenha diminuído, tornando o dia-a-dia menos prazeroso.

Entenda que talvez esta não tenha sido uma decisão fácil para ele. Deixar o seu negócio nas mãos de alguém com as características necessárias para levar sua empresa em frente, com novas ideias, talvez levando a empresa a um novo patamar, pode facilitar muito sua decisão, sabendo que a empresa estará em boas mãos.

Mas, obviamente, comprar uma empresa tem seus riscos. Para minimizá-los, siga estas dicas abaixo:


1. Decida pelo o que você está procurando

Tenha em mente que seja abrir um negócio ou comprar um já existente é uma grande decisão que impactará sua vida e da sua família, talvez por um tempo considerável. Então é interessante você ter em mente que tipo de negócio você está procurando.

Aqui estão alguns fatores a considerar:

  • Localização: Você está aberto a uma mudança de cidade ou tem intenção de adquirir algo próximo ao lugar em que reside? Uma mudança de residência envolverá custos e, de qualquer forma, considere a localização em relação às taxas e tributos que incidem sobre o negócio em si.
  • Tamanho: Você pretende ter um negócio pequeno, familiar, ou uma grande empresa? Grandes empresas podem representar um lucro maior, porém requerem um investimento maior, talvez até um financiamento para adquiri-lo. A transição de uma grande empresa também tende a ser mais custosa e estressante.
  • Tipo de negócio: Você já possui experiência em alguma área específica? Gostaria de se dedicar a algo que você já tem experiência ou talvez a algum hobby o qual você seja apaixonado? Ou está aberto a novas possibilidades, talvez até aprender sobre um negócio que você acha interessante, mas que não tem experiência alguma?
  • Estilo de vida: Quanto tempo você tem para se dedicar ao seu novo negócio? Possui todo o tempo que for necessário ou precisa de algo que apenas lhe custe o horário comercial? Uma pessoa solteira tem muito mais tempo disponível que uma pessoa casada, com filhos e compromissos familiares, como levar e pegar os filhos na escola, por exemplo.

2. Pesquise por negócios à venda

A BizDream possui diversos tipos de negócios à venda, em diferentes localidades. Também possui diversos filtros para lhe ajudar com as suas pesquisas. Caso você não encontre o tipo de negócio que procura, ou na localização que deseja, não se preocupe. Não é necessário pesquisar todo dia por um negócio com as características que você almeja. Você pode cadastrar um alerta e será avisado por e-mail sempre que um negócio com estas características for anunciado.

Confira nosso tutorial para conhecer em detalhes todas as ferramentas para lhe auxiliar nesta busca.


3. Considere contar com ajuda especializada

Uma vez que você tenha encontrado um negócio que tenha lhe chamado atenção, considere contratar profissionais para lhe ajudar com o processo de verificação.

Um contador de sua confiança pode avaliar as finanças declaradas da empresa e se há lacunas do ponto de vista fiscal, bem como processos trabalhistas.

Um consultor ou intermediador de negócios pode lhe prestar uma assessoria no processo de compra e de valuation (estimativa de valor) da empresa.

Um advogado pode lhe ajudar com o contrato de compra e venda e com acordos de confidencialidade, dando as garantias necessárias do ponto de vista legal, tanto para compradores como vendedores.


4. Due Diligence

O processo de "due diligence" é um processo de investigação o qual você deverá mergulhar de cabeça não somente nas finanças da empresa, mas no seu tipo de negócio, concorrentes, fornecedores, pontos fortes e fracos, vantagens e desvantagens, pontos preocupantes e oportunidades de crescimento.

Contenha sua ansiedade e faça o dever de casa. Um negócio atraente à primeira vista pode ter sérios problemas escondidos, tornando-o uma má oportunidade. Bem como algo não tão atraente a princípio pode ser uma grande oportunidade.

Verifique se há um valuation independente da empresa e, caso não haja, considere contratar uma empresa especializada para verificar de fato quanto o negócio vale.

Considere se a mudança na direção da empresa pode acarretar na saída de clientes, impactando seriamente o valor do negócio.

Quando você compra uma empresa, adquire juntamente uma grande carga de responsabilidade, inclusive por coisas que aconteceram antes de você assumir, como dívidas e/ou processos trabalhistas.


5. Adquira os fundos necessários para a compra

Enquanto há certas vantagens em adquirir um negócio já consolidado, esta opção pode ser um pouco mais cara. Ao menos que você já tenha os fundos necessários para tal, você precisará angariar fundos para a compra.

Uma vez que você já tenha combinado o valor de compra e saiba o quanto precisará levantar de fundos, você tem algumas opções:

- Pode financiar a compra com o próprio vendedor, pagando-o mensalmente, com uma taxa de juros embutida;

- Pode procurar por investidores-anjo, os quais se tornarão sócios investidores. Isto significa que parte dos lucros serão deles. Por outro lado eventuais prejuízos também serão compartilhados, causando menos danos ao seu bolso;

- Pode optar por empréstimos bancários. Por se tratar de um negócio já existente com um histórico de receitas, pode ser mais fácil negociar taxas que sejam mais atraentes.


6. Assine o contrato de compra e venda

Se você chegou nesta fase, você já escolheu um negócio, negociou os termos e possui os fundos para a compra. Só resta criar o contrato de compra e venda e assinar, certo? Considere consultar um advogado para verificar completamente os termos por escrito do contrato antes de assinar. Não deixe quaisquer pontos obscuros no contrato que venham lhe causar problemas futuramente.

Lembre-se que esta é uma grande decisão que pode impactar a sua vida, de sua família e a vida de funcionários por anos. Com empenho e trabalho duro durante a transição da empresa, você será capaz de mostrar seu valor e de se tornar a pessoa ideal para conduzir este negócio levando-o a um futuro brilhante, do jeito que você sempre sonhou!


Quer comprar um negócio?

Agora que você já sabe os principais passos para comprar um negócio, basta pesquisar os negócios à venda!

Quero comprar!